O Bêbado Equilibrista

tumblr-background-pictures-backgrounds-585684574

E tem aqueles momentos em nossas vidas que parece que estamos bêbados e somos obrigados a andar em uma corda bamba. Nosso primeiro pensamento é desistir, se jogar, pois tudo aquilo parece idiota e em vão… E na verdade, queremos nos jogar não pra morrer, mas pra ver se alguém tenta nos pegar lá embaixo.

E será que temos? A dúvida nos faz seguir em frente na corda bamba, ainda bêbados, visão distorcida e uma dor no peito que faz o corpo pesar mais do que o normal, mais do que achamos que aguentamos. E então na metade do caminho, paramos. Olhamos para os lados até que toda aquela dor se transforma num incessante choro de agonia. E você ouve alguém dizer: “Para de chorar, não adianta em nada”. Foda-se que não adianta! Será que é tão difícil entender? Eu estava sofrendo e minha única saída foi chorar pra tentar tirar aquela coisa horrível de mim e nem isso queriam deixar.

Mais alguns passos e a embriaguez começa a passar e é possível enxergar o caminho com mais clareza, mas ainda assim é tão doloroso. A vontade que realmente temos é voltar correndo pro começo de tudo, lá onde tem sorrisos.

Sorriso, risada, olhos que brilham, Qualquer coisa relacionada à felicidade se tornou algo estranho, inexistente ou passageiro. E no meio de toda essa merda, recebemos a pergunta: “Como anda o coração?”

Eu te digo como ele tá, meu bem. Tá lutando pra cicatrizar, está cheio de remendos e hematomas, tá batendo fraquinho só pra dizer que tá cumprindo sua função. Tá lá no cantinho dele, mas ninguém quer saber e é tão triste, pois apesar das dificuldades, ele tá cheio de amor, e é tanto amor que se pararmos pra olhar, a dor nem aparece. Mas ninguém vê que ele tá com um amor tão puro guardado nele, um amor tão único, tão… lindo. E é isso que me deixa mais infeliz. A gente tem tanto amor pra dar um pro outro…

Aos poucos a corda bamba vai se tornando uma estrada, uma rodovia e eu avisto dois faróis ao longe. E são seus olhos encontrando os meus e dizendo: “Tudo vai ficar bem, não precisa chorar de agonia, mas se quiser pode chorar, só que faz isso no meu ombro e não me deixa ver que eu não aguento…”

E com isso a gente vê que vale a pena passar pela dor, se for pra encontrar tal amor no final.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s