Anseio pelo futuro, mas meu conforto é no passado

tumblr_ng6t30KdNz1sxfndno1_500

Quando eu gosto é sem limites. Sou 8 ou 80, não fico me esgueirando, me fazendo, fugindo, gosto e pronto. Quase sempre quebro a cara com esse jeito de ser, mas ainda assim é o único que me serve. Essa história de fazer pose, se passar por desinteressado ou desapegado nunca me caiu bem, soa forçado.

Gosto dos sorrisos, dos momentos, de montar momentos… Colocando para fora desse jeito soa, de fato, doentio. Quando acontece de eu gostar, é instantâneo e até um pouco mágico. Fico encantado, de sorriso fácil, cheio de carícias e fico desesperado para que aquilo não acabe. Se eu tivesse esse poder estaria presente em um momento de anos atrás. Mas aí é que tá, eu não tenho esse poder, o momento acaba e fica um vazio em mim, como se algo que era pra ser eterno fosse tirado de mim.

E aquele momento que me encantou fica rolando de todos os ângulos dentro da minha cabeça. Criando finais diferentes e fazendo o peito apertar com a vontade de regressar. Por isso cultivo as memórias, elas me deixam feliz, me encantam novamente, dá um sentimento de nostalgia que particularmente acho incrível.

Se eu chegar aos noventa me lembrarei de todas as noites que me encantei e vou sorrir por chegar ao fim com um lugar para me reconfortar.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s