Resenha: Tá Todo Mundo Mal (Jout Jout)

Para quem não conhece, Jout Jout é dona do canal Jout Jout Prazer no Youtube. um canal problematizador, quebrador de tabus e por muitas vezes polêmico com declarações que parecem simplificar ao máximo nossas vidas. Aliás, nossas crises. E é disso que Jout veio tratar nesse primeiro livro: as crises, de todos mundo e de todos os tipos! Deixa eu explicar melhor.

A autora reuniu 46 textos que contam algumas crises pelas quais ela mesma passou ou viu pessoas próximas passarem. Ela conta como surgiram e como ela resolveu cada uma delas e também como algumas não tem solução a não ser o tempo.

Desde coisas íntimas até a pressão de ser uma grande influenciadora na internet.

variadas 05-6

Parece quase impossível que alguém tenha tantas crises pra montar um livro só com 20 e poucos anos? Pois é, acredite se quiser. Mas para pra pensar um pouco e você descobrirá como você também já teve algumas neuras desnecessárias, algumas dúvidas que pareciam ser enormes no momento e que com o passar do tempo você viu que eram pequenas.

O que me deixou mais maravilhado enquanto eu lia o livro, foi perceber que antes de ser essa pessoa super desconstruída que vemos no youtube, Jout Jout passou por muitas inseguranças, viveu muita esteriótipos que hoje abomina que seguiu o padrão que nos diz que deve ser quebrado.

Jout Jout trata cada uma delas com uma grande leveza e simplicidade na escrita que vão te arrancar sorrisos em qualquer lugar que você as leia.

variadas 05-15

variadas 05-20

Livro Físico

Vamos falar da qualidade do livro em quesito produto.

Eu adorei a diagramação usada, diferenciando o começo de cada texto com o resto dele. A capa também é um grande atrativo pela confusão que ela causa, pois o desenho de Jout Jout está de cabeça para baixo, porém se alguém vê de longe parece que você é quem está lendo ao contrário. Isso é de se gerar uma crise, não? haha

A lombada permanece intacta e isso é motivo de amor pela preocupação que eles tiveram com a integridade do produto quando chegassem às nossas mãos.

variadas 05-9

É um livro que vale a pena mesmo que você não seja um fã do canal da autora e, na verdade, pode ser algo que faça você se interessar por assistir os vídeos, pois muitas das crises já foram citadas rapidamente por lá. Acesse o canal aqui.

Você pode encontrar o livro em qualquer livraria pelo singelo preço de R$ 23,90. Tá Todo Mundo Mal tem só 200 páginas que você vai engolir e vai ter uma crise quando acabar. Pelo menos eu tive haha.

Anúncios

Volte a pé para casa.

H352YHzzp3

Outro dia tive uma entrevista de emprego e por isso saí mais cedo do meu trabalho atual. Era 13h30 e eu estava em pleno metrô, e aquilo já foi me mudando.

A entrevista durou pouco menos de dez minutos. Isso porque eles queriam que e trabalhasse aos sábados e e eu neguei na hora sem nem pensar. Depois disso logo fui embora e fiz uma das melhores decisões da minha vida. Voltei a pé pra casa.

Como estava no centro da minha cidade e minha casa não fica tão longe, resolvi caminhar. E com isso pude ver, ou rever, como uma segunda-feira pode ser maravilhosa. O tempo estava quente e uma brisa gelada batia. O sol enchia as ruas com sua luz e eu pude senti-lo me aquecer e até me fazer tirar o suéter pesado de lã. Pude rever caminhos que há muito não via, virar esquinas que há muito não virava e tudo isso antes das 4 da tarde de uma segunda. Isso fez eu me sentir o cara mais sortudo do planeta.

Senti novamente a energia de entardecer que reina pelas ruas, energia essa pela qual já fui muito contagiado e notei como me fazia falta. Redescobri como tem vida pelas ruas de tarde.

Eu poderia ter pego um ônibus, ter chegado mais rápido em casa, porém estaria preso numa caixa como faço todos os dias. Voltar a pé foi um voo, um salto em busca de liberdade. Foi me permitir reencontrar com a cidade que estava a minha volta em todos esses 20 anos e perceber como ela continua a mesma dos meus 16 quando eu vagava por aí depois da escola.

Volte a pé pra casa, se reencontre, reencontre o universo a sua volta. Deixe a lotação de lado e se não for possível, desça alguns pontos antes e caminhe, mas faça isso olhando em volta, respirando fundo, fechando os olhos. Faça de dentro pra fora.

Volte a pé e agradece por aquelas ruas tão limitas, pois se perder nelas te fez ter coragem de se achar pelo mundo. Volte a pé por quem você é. Volte a pé só pra ser.

Clarice Falcão e 14 novas indiretas

Abaixem as armas que ela voltou!! Sim, amores, Clarice Falcão já tinha terminado seu 2015 desconstruindo tudo com o cover de Survivor, música do Destiny’s Child. Ela resolveu fazer um clipe estampando muito batom vermelho e muita luta contra um machismo e agora ela começou seu 2016 nos alegrando com esse novo álbum maravilhoso, no mínimo.

clarice-falcao

Quem não ficou cativado com o primeiro disco, nem que tenha sido com só uma música? Quem não se encontrou em um dos versos da menininha que aparenta ser quietinha? Pois é, só aparenta, porque ela tem muito a dizer haha.

Se em Monomania, seu primeiro álbum, Clarice mostrou todo seu lado romântico e clichê, em Problema Meu ela mostra que amores acabam e deixam muita coisa engasgada na nossa garganta. A cantora resolveu se desengasgar em 14 músicas cheias de indiretas! Daí você pode ter feito uma referência a uma moça norte americana chamada Taylor, pois pense de novo.

Clarice faz indiretas muito além de amorosas, caros. Mas não só de indiretas são feitos seus versos. Ainda tem seus momentos fofos, só que o amor está muito mais próprio, afinal isso é tudo!

Confere o primeiro single do novo CD só pra começar a ter uma ideia real do que estou falando:

Ah, e dentre essas novas músicas incríveis, temos duas cantadas em inglês. Duet e L’amour Toujours (I’ll Fly With You) que são uma graça de fofas.

E uma coisa maravilhosa só poderia estar em outra coisa maravilhosa, sacou? hahaha. O novo álbum de Clarice está no Spotify, amores, ou seja, sem desculpas para não ouvir e se apaixonar.

Se caso você já seja apaixonado por ela, vai acender amar depois dessas 14 indiretas!

5 Álbuns para se ter no Spotify

Eu preciso confessar que estou numa paixão avassaladora que já se tornou casamento, com o Spotify.

Pra quem não sabe, o que talvez seja algo inexistente, o Spotify é um aplicativo de música aonde você pode ter seus álbuns favoritos e ainda criar playlists misturando músicas e estilos diferentes. O app tem a versão premium onde tudo é liberado e a versão free que consiste em algumas limitações um tanto chatinhas como propagandas no meio das músicas, só poder escutar em ordem aleatória e precisar de internet para usar fora de casa. Nem tudo são flores, né mores?

Mas o real assunto aqui é: o que estou ganhando com esse novo relacionamento haha. Ora nada mais, nada menos do que a chance de ter músicas maravilhosas e ainda poder escutar aonde eu quiser! Ainda não superei esse app, sério.

Então eu PRECISEI fazer esse post pra contar os meus álbuns favoritos e que não parei de escutar até agora. Anota aí!

1)EP: VÍCIO – Manu Gavassi

Vício.jpg

O que dizer desse EP que é realmente um vício? hahaha. Eu nunca fui fã da Manu, mas esse EP dela ganhou meu coração. As batidas, as letras, enfim tudo nele faz com que eu não me canse de ouvir. Um fato bem legal é que a ordem das músicas estão em ordem cronológica, ou seja, formam uma história de como tudo foi acontecendo.  Fora que a Manu teve uma ajuda maravilhosa de ninguém menos que Júnior Lima! Precisa de mais?

2) PURPOSE – Justin Bieber

Justin_Bieber_-_Purpose_(Official_Album_Cover)

Não consigo superar! Só isso hahaha. Esse álbum do Justin está incrível de maravilhoso! As letras estão mais maduras, as melodias combinam com a voz (sensacional) que ele está agora. Enfim, apenas ouçam! Há favoritas nesse álbum: Love Youself e Where Are Ü Now.

3) TOO YOUNG TO LIVE, TOO RARE TO DIE! – Panic! At The Disco

Too_Weird_to_Live,_Too_Rare_to_Die!

Eu sei, eu sei! Esse é álbum é de 2013, mas eu fui parando de acompanhar o Panic! e só agora voltei e já descobri que eles continuam na área e sensacionais como sempre. Mas confesso que antes de ouvir esse novo álbum já fiquei com receio porque achei que não seria nada parecido com os anteriores. Realmente não são, mas isso é o que deixa ele maravilhoso!

Pesquisando por aí descobri que o cd veio de um momento de nostalgia do compositor  e também vocalista. Ele fala nas letras sobre sua adolescência que aconteceu em Las Vegas. Parece ser incrível viver próxima àquelas boates incríveis, mas talvez não seja quando se tem 15 anos e não te deixam entrar em nada.

4) MADE IN THE A.M. – One Direction

mita_cover

Antes mais nada queria deixar registrado que a voz do Zayn faz falta. Obrigado!

Dito isso, podemos seguir para falar desse álbum qe faz minhas viagens de metrô hahaha. Igual ao Justin, os meninos do 1D estão mais maduros em suas composições e o Made In The A.M. deixou isso bem claro. A banda continua firme e forte e cada vez mais ganhando meu coração hahaha. A favorita desse é Walking In The Wind, porque né!

5) ARTPOP – Lady GaGa

capa-do-album-artpop-de-lady-gaga-1381167936702_600x600

Ai, essa mulher ganhou meu coração em 2009/2010, nossa relação ficou abalada por um tempo, mas daí ela vem e me ganha de novo com esse álbum que eu tô sem palavras além de MARAVILHOSO para descrever. Acho que consigo achar um jeito de dançar todas as músicas desse cd. As batidas chiclete e o jeito GaGa de ser continuam ali, graças a Deus. O que mudou, talvez, é que agora a nossa Lady parece estar mais focada em falar de amor do que da fissura pela fama. Não poderia ter  feito melhor, sim ao amor GaGa!

Esse foram meus álbuns favoritos. Se identificou com algum? Ficou com vontade de conhecer algum? Só baixar esse app do amor que é o Spotfy e mandar ver. Me siga lá também: gabebc21

Beijo, abraço e muita música!!!

 

 

Parabéns SP! 3 Motivos Para AMAR Essa Cidade

Aniversário dessa cidade maravilhosa que eu aprendi a amar apesar de todo o caos envolvido em existir nela hahaha. É claro que há algumas que deixam mais fácil amar São Paulo e essas coisas são encontradas tanto na  correria quanto escondidinhas numa das travessas.

E selecionei 3 coisas incríveis que São Paulo tem e que fazem com que ela tenha um lugar mega especial no meu coração.

1)Parque do Ibirapuera

ibirapuera%20index

Esse lugar é simplesmente perfeito para um monte de coisa. Passeio em família, curtir com os amigos, uma roda de violão e até primeiros encontros! Tem uma área verde sensacional, lagos e uma energia que até parece que estamos numa São Paulo paralela hahaha, mas é claro que o caos invade um pouco lá também, pois muito gente que ir pra esse universo paralelo, mas sempre tem um cantinho mais calmo que você pode até meditar.

2) Avenida Paulista

Paulista-640x330

E o caos nunca foi tão lindo! É um barulho só, uma correria sem igual, mas se você parar por dois segundinhos e olhar em volta, o amor te pega de jeito. Os prédios altos e (muito) lindos fazem você se desligar de toda aquela bagunça e prestar atenção da metrópole maravilhosa que você habita.

3) Artistas de Rua

street_artists

Se tem uma coisa que deixa São Paulo única são os seus artistas de rua. Pessoas incríveis que embelezam nosso dia seja com música, com dança, como estátuas vivas ou até fazendo artesanato. Sempre que tenho tempo (pois SP tem dessas também) eu paro e curto um show de rua ou fica olhando filtro dos sonhos que colocam à venda e óbvio, fico querendo todos hahaha.

 

Eu poderia continuar, mas, sério, nem precisa né? Só com essas três coisas até eu já me apaixonei por SP (mais ainda hahaha)